PUDIM DE PÃO ALENTEJANO

O pão nunca se estraga, quando duro: é torrado, fazem-se migas alentejanas ou de couve/nabiça, açordas, entra em doces de colher ou em neste Pudim de Pão.

Receita onde se inclua pão, só pode dar certo e ser boa. Muitas das nossas sobremesas tradicionais, principalmente as alentejanas, têm-no como ingrediente principal.

O pão, como aqui já comentei, tem algo de místico. Em casa, à mesa, o meu pai nunca deixou que um pão ficasse voltado ao contrário, quando caia ao chão, dava-se um beijinho, e só embolorado é que podia ir para as galinhas. Em casa da minha tia, à mesa, se não houver pão, a mesa não está bem posta.

É uma sobremesa rápida, que pode ser preparada com antecedência, 1-2 dias, e que acaba com algumas sobras de pão.
O Pudim fica com textura massuda mas muito aromático. Mais uma iguaria tradicional com cheiro de Outono.

Outras receitas de Pudim de Pão poderão ficar bem diferentes por levarem 1 pão, p.e., mas esta cumpre a função de gastar o pão que está duro. Nela pode pode ser usada qualquer tipo de pão, incluindo integral ou mesmo bolos ou biscoitos. Ao usar-se diferentes pães/bolos o sabor de cada pudim torna-se sempre diferente.

Receita baseada na receita homónima do Culinarium da Vaqueiro, com algumas alteração: inclui-se a côdea do pão, mais 25oml de leite e ovos inteiros em vez de apenas gemas.

Fiz assim…

PUDIM DE PÃO
INGREDIENTES

5 pães pequenos (tipo paposseco)
750ml de leite
6 ovos

250g de açúcar
raspa de 1 limão
caramelo q.b. para untar a forma

PREPARAÇÃO

Num tacho levar o leite a ferver. Desligar e colocar o pão partido aos bocados. Quando bem empapado, desfaz-se com a varinha mágica.

Bate-se os ovos muito bem com o açúcar e a raspa de limão e mistura-se ao pão.
Unta-se uma forma, com tampa, com caramelo líquido e verte-se o preparado.

PUDIM DE PÃO ALENTEJANO NA PANELA DE PRESSÃO

Vai a cozer tapado na panela de pressão a 2/3 da forma com água, durante 15min. depois de levantar fervura.
Pode ser cozido no forno em banho-maria cerca de 45min..

Retira-se da panela e deixa-se arrefecer. Abana-se o pudim para o soltar e vai ao frigorífico na forma, até ficar bem frio. No dia seguinte mergulha-se parcialmente em água quente e desenforma-se num prato.

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES

– O pudim pode ser aromatizado com canela, outra especiaria ou algum licor.

Fonte:paobolosecia.blogspot.pt

1 thought on “PUDIM DE PÃO ALENTEJANO

  1. D. Adelina gosto muito das suas receitas obrigada. Por favor não têm um pudim de laranja que seja simples par uma foma nº 16? E um pudim de cenoura simples para uma forma também de 16. Ambos para ir a cozer na panela de pressão. Muito grata

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *