Alcomonias (Alentejo Litoral)

As alcomonias são doces típicos do Alentejo Litoral, principalmente dos concelhos de Santiago do Cacém e de Grândola, sendo frequente encontrá-las em casas de particulares e nas festas e feiras tradicionais que se realizam nas localidades destes concelhos. Feitas com farinha torrada, açúcar amarelo ou mel, pinhão e água, as alcomonias foram, desde sempre, uma das principais atrações destes eventos.

A origem deste doce remonta ao período de ocupação árabe, sendo disso sinal a sua forma losangular, os ingredientes usados e, principalmente, o seu nome – Alcomonia, palavra de origem árabe que significa “da cor do cominho”. Baseada no modo de confeção árabe, a receita não só foi adoptada pela cozinha portuguesa, como também foi levada além-fronteiras, acompanhando a diáspora dos portugueses – sabe-se que no Brasil sofreram uma nova adaptação, sendo feitas com farinha de mandioca.

Atualmente, encontramos registo de duas variantes da receita, uma delas com mel e canela e outra com farinha e açúcar. Deixamos-lhe aqui os dois registos.

VERSÃO COM AÇÚCAR

Ingredientes:

  • 1 l de água
  • 2 kg de açúcar amarelo
  • 2 kg de farinha de trigo
  • 250 g de pinhões

Confeção:

Deite a farinha num tabuleiro e coloque a torrar no forno.

Leve a água ao lume com o açúcar. Quando estiver quase a ferver, adicione os pinhões e deixe ferver cerca de 15 minutos.

Junte a farinha torrada, pouco a pouco, mexendo sempre com uma colher de pau.

Quando a massa ganhar consistência, deite-a sobre uma superfície enfarinhada. Estenda depois com o rolo de cozinha até atingir a espessura desejada (pouco menos do que ½ centímetro).

Com uma faca, corte em forma de pequenos losangos e deixe secar ao ar.

VERSÃO COM MEL

Ingredientes:

  • 1 colher (chá) de canela
  • 1 l de mel
  • 1 l de pinhões torrados (± 500 g)
  • 100 ml de água

Confeção:

Leve o mel ao lume com a canela, mexendo sempre.

Quando o mel levantar fervura, acrescente a água e os pinhões torrados. Deixe levantar novamente fervura.

Retire a massa do lume e estenda-a, com o rolo de cozinha, numa superfície enfarinhada.

Sem deixe arrefecer os pinhões, para que não caiam, corte em forma de pequenos losangos e deixe secar ao ar.

Foto: www.cm-grandola.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *