Pinhoada

A pinhoada é um doce muito comum nas feiras, sendo confecionado à base de pinhões e mel ou açúcar. O nome deriva exatamente do facto de o pinhão estar na base da receita.

Embora sendo amplamente conhecida em Portugal, esta guloseima é mais uma deliciosa receita da doçaria tradicional do Alentejo, sendo um doce típico de Alcácer do Sal, uma das regiões de Portugal com maior produção de pinhão. A proliferação do doce pelo país talvez se tenha devido ao facto de Alcácer do Sal ser um importante nó rodoviário do sul de Portugal; sendo a pinhoada um doce popular, ao ser vendido aos viajantes de passagem, rapidamente se tornou conhecido e afamado em todo o país.

Ingredientes:

  • 200 ml de mel
  • 200 g de miolo de pinhão
  • óleo de amêndoas doces q.b.

Confeção:

Torre ligeiramente os pinhões no forno, espalhe-os sobre uma superfície lisa e deixe arrefecer.

Leve o mel ao lume e deixe ferver, durante 2 minutos, em lume brando.

Junte os pinhões e deixe ferver mais 2 minutos.

Retire do lume e, com uma colher, disponha montinhos de pinhoada sobre uma superfície lisa, previamente untada com um pouco de óleo de amêndoa doce.

Estenda com um rolo de cozinha para formar uma camada uniforme.

Quando a pinhoada estiver fria, corte-a em pedaços com uma faca aquecida. Coloque sobre papel vegetal ou celofane e envolva.

Foto: www.alentejolitoral.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *