Queijinhos de Hóstia (Beja)

Queijinhos de Hóstia é o nome pelo qual são atualmente conhecidos uns deliciosos bolos de origem conventual, com amêndoas e muitos ovos, que influenciaram a doçaria regional de Beja e do Alentejo em geral. No entanto, o nome original destes doces era Queijadinhas de Hóstia.

A utilização da obreia, com a qual se fabricam as hóstias, é comum nos doces de origem conventual. Embora não se consiga estabelecer a data de criação destes bolos, é pública a distinção feita, na década de 70 do séc. XX, num concurso realizado pela Radiotelevisão Portuguesa e pelo Secretariado Nacional de Informação.

Embora com uma aparência delicada, estes doces são autênticas bombas de deleite – pequenos, com a base e o topo formados por rodelas de hóstias, são recheados com doce de ovos que lhes conferem uma tonalidade amarela na parte central. Experimente e delicie-se!…

Ingredientes:

  • 18 gemas
  • 2 claras
  • 200 ml de água
  • 250 g de amêndoa pelada e moída
  • 500 g de açúcar
  • ovos-moles p/ o recheio

Confeção:

Misture as gemas com as claras.

Leve o açúcar e a água ao lume, deixando a ferver até fazer ponto de pasta forte.

Junte a amêndoa à calda de açúcar. Retire, por momentos, do calor e adicione os ovos batidos.

Leve de novo a lume brando para engrossar, até ser possível observar o fundo do tacho. Deixe arrefecer completamente.

Com um cálice de vinho, corte a obreia em rodelas.

Estando a massa de amêndoa bem fria, molde com ela uns rolos que disporá sobre a obreia, formando argolas. Recheie depois as argolas de massa com ovos-moles e tape com uma rodela de hóstia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *