Tarte dos Três Álcoois. Dava-lhe uma trincadela e ficaria a «cantar»…

Dava-lhe uma trincadela e ficaria a «cantar»… que beleza de tarte, desde a massa de bolacha! Reunidos numa só peça, devidamente estratificados para que só se misturassem na boca, o cognac, o Porto e o rum fizeram desta tarte algo de muito bom mas, principalmente, de muito pessoal. Como eu gosto!

Ingredientes:

Base Cognac –

200g de bolacha Maria
125g de manteiga
3 colheres de sopa de cognac

Estrato Porto –

1 dl de vinho do Porto (usei rubi)
3 ovos
2 colheres de sopa de açúcar
40g de passas sem graínha

Estrato Rum –

1 lata de leite condensado
1 lata igual de ovos
½ lata de rum velho

Preparação:

Moa a bolacha, misture com a manteiga derretida até estar moldável e forre com ela o fundo de uma forma de aro aberto. Leve ao forno médio por cerca de 10 minutos e deixe arrefecer.
Distribua o cognac sobre a base de bolacha, que logo o absorve, unte de manteiga para impermeabilizar e vaze o vinho do Porto, o açúcar e as passas misturados nos ovos batidos. Leve a forno fraco (140ºC) até esta camada estar firme.
Deite por fim a última camada, formada pelos ingredientes batidos e coza em forno médio (160-170ºC) por cerca de meia-hora ou até estar bem consolidada.
Desenforme depois de fria e sirva às fatias.

Fonte: https://outrascomidas.blogspot.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *