FEIJOADA DE PATO. Um prato de conforto maravilhoso!

Esta feijoada de pato é um prato de conforto maravilhoso que ganha muito se for feito com um bom feijão caseiro. Eu tinha feijão manteiga de muita qualidade, demolhei-o e resolvi preparar esta feijoada de pato, que ficou deliciosa! É um prato mesmo guloso 🙂 Optei por assar o pato antes, pois fica mais saboroso e larga a gordura, que depois pode ser aproveitada só na medida que queremos para o refogado. Também podem cozer o pato, mas assado vai ficar sempre melhor e proporcionar mais sabor e textura.

INGREDIENTES

  • 1 pato com 1 kg a 1,5 kg
  • 500 gr de feijão manteiga seco
  • 6 dentes de alho
  • 2 folhas de louro
  • 1 ramo de alecrim
  • Azeite qb
  • Sal e pimenta qb
  • Pimentão doce (2 colheres de chá)
  • 1 cebola grande
  • 1 alho francês
  • 3 ceboletes (ou cebolinha/cebolinha francesa – o cebolinho mais “crescido”)
  • 1 chouriço de carne
  • 3 cenouras
  • 1 couve (portuguesa, galega, trounchuda ou coração – usei couve trounchuda, tipo penca)
  • 1 ramo de salsa

PREPARAÇÃO

Comece por temperar o pato, barrando-o com uma pasta preparada com azeite, sal, pimenta, alhos, pimentão doce e alecrim. Colocar tudo num almofariz, esmagar, formando uma pasta com a qual vamos barrar o pato. Colocar o pato assim num tabuleiro com um fio de azeite, as 3 ceboletes e o alho francês cortado ao meio (fazer uma cama e colocar o pato por cima). Tapar com papel de alumínio e levar ao forno a assar a 210º. Conforme o tamanho do pato, asse uns 40 minutos de cada lado, virando a meio e retirando a folha de alumínio nos últimos 15 minutos para a pele ficar tostada. Também podem não o tapar, mas devem ter atenção para que não fique tostado demais ou até queimado, convém controlar conforme a potência do vosso forno. Se o forno for ventilado, liguem a ventilação, pois vai permitir tostar por cima sem secar a carne por dentro.

Depois do pato assado, reservem a gordura que o assado deitou (vai servir para o refogado) e arranjem o pato, retirando todos os ossos e gorduras e mantendo apenas os pedacinhos de pele tostada. Lasquem o pato em pedaços. Eu optei por manter as pernas inteiras.

Entretanto, coza o feijão, que deve ter estado de molho de um dia para o outro. Coza com um chouriço de carne, uma folha de louro e 2 alhos esmagados. Quando o feijão já estiver a ficar macio, junte sal. Quando o feijão estiver cozido, reserve o feijão e a água da cozedura à parte. Corte o chouriço em rodelas e reserve também.

Num tacho, deite um pedaço da gordura de assar o pato, uma folha de louro, 2 alhos picados e a cebola também picada. Deixe refogar uns 3 minutos e junte o chouriço em rodelas para que toste um pouco. Junte também os miúdos do pato em pedacinhos, as cenouras em rodelas e a couve cortada numa juliana grossa. Junte um pouco de água de cozer o feijão e tempere com sal. Tape o tacho e deixe cozinhar até a couve e a cenoura estarem macias. Vá controlando, juntando mais água de cozer o feijão de forma a que não pegue e mantenha sempre um molho espesso e cremoso. Use sempre a água de cozer o feijão, se necessário junte um pouco mais de água ou caldo de carne.

Quando os legumes estiverem cozidos, junte as lascas de pato e o feijão, envolva tudo, retifique de sal e pimenta e deixe cozinhar mais 3 minutos. Sirva a feijoada acompanhada de um arroz solto e guarnecida de salsa fresca picada.

Bom apetite!

https://deliciosapaparoca.pt/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *